Terça-feira, 10 de Abril de 2007

Tenho calos na alma.

Na alma calada!

Brotaram feridas, do nada, de nada, em cada.

Abriram-se bolhas

No meu etéreo fatigado.

 

Corte fundo.

Abre o mundo,

dentro de mim.

E dentro de mim renasce

O que fôra face

do que foi feliz.

(foi? não me lembro. eu quis..)

 

O perfume me enjoa

me enjoa a vida e a realidade

me enjoa a não - verdade

Virei um emaranhado desajustado

neorótico

de pura saudade.

 

É não, frustração, eu vi!

E nunca é no meu tempo

que o seu tempo cansa.

O problema de libra, é a balança.

Que não balança no ritmo da modernidade.

 

Me lembro que eu já fui sã

sadia, menina, pura, corria.

Me lembro que já fui boa

alegre, leve, amorosa, voa.

Já estive no céu.

(parece que foi há séculos...)

 

Hoje?

Hoje sou ajuntamento de palavras

rimas, entrepondo-se ou separadas.

Fazendo sentido, ou desajustadas,

 

Já fui nada, todo dia.

Mas hoje... 

Hoje?

Hoje eu sou poesia.

 

 

~~

 

 

"Cuidado!! Pessoas sofridas são perigosas , pois sabem que podem sobreviver..."

(dialogo do filme Perdas & Danos)

 



publicado por Juliana Correia às 02:07 | link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De Vinicius a 10 de Abril de 2007 às 16:28
hoje vocé é poesia e muito mais...

quando tiver um tempo, autografa meu caderno ok? Eu sei que voce é uma menina ocupada, mas eu preciso de um autografo seu pra me vangloriar depois aiuaahiau
belissimo poema, como sempre. Quando eu escrever um poema desse nivel, eu irei mandar rapidinho pra você
beijo =*****


De Renata a 10 de Abril de 2007 às 18:30
Amiga lindo demais seu blog!
Nossa parabens Jú!!!!
ADOREI mesmo! E obrigada pela força que me deu tá!!!
bjos


De Mila a 10 de Abril de 2007 às 18:32
O que dizer?Acho que meu comentário ficará simples demais.
Que texto lindo!
Você escreve muito bem,siga sempre assim!

Bjus Ju.


De André a 12 de Abril de 2007 às 00:45
"é a balança"...
Muito bom! Ainda to digerindo cada verso.


Comentar post

mais sobre mim
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

inferno astral

Descortinado

A arte do impossível.

Pouso.

Nanquim.

Brigitte Bardot

Sapatilhas.

Não é assim que a banda t...

Vulnerabilidade

História musicada auto-ex...

arquivos

Setembro 2010

Janeiro 2010

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links
blogs SAPO
subscrever feeds