Terça-feira, 11 de Setembro de 2007

Eu gosto

do alívio da desesperança.

é melhor carregar o peso da concretude - o que foi e o que é,

do que andar por aí com a esperança e suas possibilidades, que pesam tanto mais ao abraçarem os "se's".

 

Eu prefiro

andar com a solidão - certa -

ao invés de com o devaneio - incerto.

-

Na hora certa que é o agora, o hoje;

na minha vida.

é isso que eu quero - coisas certas.

 

Não estou com disposição para a melancolia

Eu só a deixo me deixando recados na caixa de voz, depois do bip.

Não quero reviver as lembranças do passado na memória

e ainda menos no coração.

 

Não tenho tempo.

E o tempo que tenho está todo encaminhado,

andando por aí enamorado

de braços dados, coração apaixonado

com a Felicidade.



publicado por Juliana Correia às 16:04 | link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

inferno astral

Descortinado

A arte do impossível.

Pouso.

Nanquim.

Brigitte Bardot

Sapatilhas.

Não é assim que a banda t...

Vulnerabilidade

História musicada auto-ex...

arquivos

Setembro 2010

Janeiro 2010

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links
blogs SAPO
subscrever feeds