Segunda-feira, 5 de Fevereiro de 2007

Eu lembro que assim que aprendi a ler,lia todos os outdoors, todas as placas de carro, eu lia qualquer coisa mas não me lembro especificamente do primeiro livro que eu li. Sei que o primeiro livro-vício que chegou em mim foi "O homem do terno marrom", um livro de Agatha Christie que cheirava a mofo. Amei, quis mais livros dela e daí fui construindo a minha mini-biblioteca. (tá, hoje não é mais tão mini...)

Ler é ação do sentimento. Viajar por todos os desconhecidos, estar em lugares que por suas próprias pernas você nunca estaria. Te isola do mundo-e simultaneamente te inclui nele. Você não é o único com dor de cotovelo, nem o único que chora ao brigar com a mãe. Você está no seu mundo e em todos os outros. Sem sair do lugar. Tudo isso é lugar-comum da leitura. Não é a toa que dizem que a palavra vai, o escrito fica.

 



publicado por Juliana Correia às 19:28 | link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Vinicius a 5 de Fevereiro de 2007 às 22:00
ler ju é tudo isso e mais um pouco!

adorei o texto, beijos =****

adicionei seu blog no meu, assim fica mais facil!


Comentar post

mais sobre mim
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

inferno astral

Descortinado

A arte do impossível.

Pouso.

Nanquim.

Brigitte Bardot

Sapatilhas.

Não é assim que a banda t...

Vulnerabilidade

História musicada auto-ex...

arquivos

Setembro 2010

Janeiro 2010

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links
blogs SAPO
subscrever feeds