Sábado, 12 de Janeiro de 2008

Queria que você ainda estivesse aqui

Para me mandar parar de beber

Para censurar o tamanho da minha saia

Para aparecer aqui com as flores e convites,

dos shows e peças que eu queria ir, para me agradar depois das nossas constantes brigas.

 

Queria que você ainda estivesse aqui

Para nunca pedir desculpas, para sempre me encher de culpa

Para elogiar os meus cabelos e a minha covinha

Para falar com orgulho da minha inteligência

E morrer de ciúme do meu jeito falante.

 

Queria que você ainda estivesse aqui

Para que a gente se balançasse na rede, contando estrelas

Para ouvir você reclamar porque eu não como a carne que está na mesa

Para devorarmos potes de sorvete, para aos sábados –

enquanto todos os nossos amigos estivessem na balada, a gente estar dormindo e feliz.

 

Queria que você ainda estivesse aqui

Para me mandar as cartas que você odiava escrever

Para me dar as caixas que você odiava escolher

Para me dar o colo, lugar de me acolher.

Queria que você estivesse aqui...

Ainda, ainda, ainda, ainda!


música Zeca Baleiro - Comigo

publicado por Juliana Correia às 20:55 | link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Paulo Fiaes a 13 de Janeiro de 2008 às 04:03
nossa, como admiro essa sua facilidade(sera q é mesmo facil?) de criar poesias. mto lindas e profundas.

Olha, valeu pela passada no Blog, dessa vez vim aqui pra te indicar um filme que vi nessa semana e acredito ,pelo pouco q pude conhecer de vc aqui no blog, que você vai adorar o filme. Se puder, baixe o filme Once, é um musical que fala sobre corações partidos. Mto bom o filme, mto bom mesmo e mto triste também. para dar mais credibilidade ao meu gosto por filmes, no blog de Ana Maria Baiana ela destaca esse filme como um dos melhores de 2007. Bom, ta vendo, não sou só eu que se encantou com o filme, e na verdade, a campanha dele aqui no Brasil ta sendo assim, boca a boca, foi um amigo q me indicou e eu estou indicando para as pessoas que parecem apreciar boas coisas na vida. assista se puder, é europeu o filme(ou seja, n tow ganahndo nada com isso), mas para quem sofre e acredita constantemente no amor, esse filme é uma lição de vida.

Bom, é isso. se cuida. bjux!


De Vinicius a 14 de Janeiro de 2008 às 12:38
"Once" é um ótimo filme para as pessoas que gostam de viver com belas poesias, belas múscias e um belo amor por alguém. O filme é muito triste, sim, é verdade, mas muito dinâmico também. Ele é um musical e não ao mesmo tempo. Um musical porque as musicas são cantadas nos momentos e não como parte da trilha sonora. Mas, ao mesmo tempo não é, porque as músicas que são cantadas tem os seus dados momentos e tem a ver com a cena. Belísssimo.

Em relação a sua poesia, nem preciso comentar a tamanha habilidade que você tem para escrever coisas belas.


Comentar post

mais sobre mim
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

inferno astral

Descortinado

A arte do impossível.

Pouso.

Nanquim.

Brigitte Bardot

Sapatilhas.

Não é assim que a banda t...

Vulnerabilidade

História musicada auto-ex...

arquivos

Setembro 2010

Janeiro 2010

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links
blogs SAPO
subscrever feeds