Segunda-feira, 19 de Março de 2007

O que fazer com o vazio que ficou? De você que não ficou..
Coisas que vivemos juntos, agora jogadas ao vento
Em meio as nossas cartas, me perco sem alento
Tentando te achar no meio das lembranças.

A solidão é apenas algo que nos define...
Um retrato cinza do que fizemos com o nosso amor
Transformando o nosso sentimento
Em uma memória da felicidade que vivemos um dia.

Deitado em nossa cama, imaginando...
O que poderiamos ter sido, que caminho poderíamos ter tomado.
Eu nunca soube o que era... estar sozinho
E agora eu sei, que era tudo que eu não queria.

Eu levanto. Diviso a aurora. O que farei com meus planos e sonhos?
Tentar reerguer aquilo que tentamos construir.
Mas agora, sozinho, quero perceber uma chance no futuro.
Uma chance de poder encontrar a vida novamente.

O amor ainda está aqui, e não sei se quero deixá-lo ir.
Ainda posso te sentir no vento.
Eu rezo baixinho, pedindo que o nosso reencontro seja logo e que estejamos prontos.
Para nos amarmos e sermos felizes, nem que seja pela última vez.

.


Juliana Correia e Vinícius Silva

(A gente fez de brincadeira no msn né, mas enfim..ficou legal! Vini, sabe que admiro pra caaaaramba o talento que você tem né? =****)

 



publicado por Juliana Correia às 01:24 | link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Vinicius a 19 de Março de 2007 às 01:54
foi de brincadeira mesmo, mas parece que ficou legal. Pois eu admiro muito mais o talento que voce tem. Tomara que esse seja o primeiro de muitos e que todos possam ser como uma verdadeira brincadeira...

beijo ju =**************


De Vinicius a 19 de Março de 2007 às 14:35
so pra constar ju, acabei de publicar la no blog tambem =*


De Panis a 19 de Março de 2007 às 16:03
A solidão é que define o homem, pq o homem é a sua solidão.
Leia Cartas a um jovem poeta, de Rainer Maria Rilke.


Comentar post

mais sobre mim
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

inferno astral

Descortinado

A arte do impossível.

Pouso.

Nanquim.

Brigitte Bardot

Sapatilhas.

Não é assim que a banda t...

Vulnerabilidade

História musicada auto-ex...

arquivos

Setembro 2010

Janeiro 2010

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links
blogs SAPO
subscrever feeds