Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

É a impressionante sucessão de dias felizes e tristes que faz a vida. É a impressionante sensação de buscar, conquistar, renegar, ir adiante, talvez voltas atrás, talvez ir bem pra frente. Essa é a arte de viver. Viver e se saber vivendo mesmo um não saber, como dizia Clarice. Um não saber conduzir esperanças, frustrações, desejos, medos. Um não saber dividir as coisas, com medo do que deve ser dito e do que deve ser silêncio. É um não saber o que se passa na mente alheia, se o que te foi bom também agradou. É um não saber o que fazer ou até como não saber. E enquanto vamos indo, não sabendo, simultaneamente, estamos indo e vivendo!

Não saber é bom e ruim. É lírico e angustiante. Cada passo que vamos dando pra frente, na ponta dos pés, com um medo absurdo de que nos empurrem de volta para trás, cada espaço do pé indo tocar o chão, achando uma posição, se encontrando...é uma delícia. É loucamente gostoso buscar segurança na insegurança - quando se está confiante. É um árduo serviço lembrar que o caminho se faz com um passo por vez, e que a partir do primeiro passo é que se saberá o ritmo dos próximos passos. Serão passos rápidos? Sozinhos? Pesados? Divididos? A que passo levarei a minha vida de incertezas?

Isso também é não saber.

E quando a gente já não sabe de mais nada e sente muito medo - da gente, dos outros, das nossas paranóias (ou não) e das coisas que a gente nem pode falar, aí a gente pega um livro gostoso e vai andando sentar embaixo de uma arvóre para ler. E acha um sorriso gostoso como que dizendo "ter fé e ver coragem", como que lembrando "que apesar de você amanhã há de ser outro dia" e segue misturando sensações e sentimentos tão discrepantes, tão antagônicos num mesmo texto.

Agora, deixa eu ir para a minha arvóre...


música Chico Buarque - Apesar de você

publicado por Juliana Correia às 19:31 | link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Mila a 27 de Setembro de 2007 às 22:13
Nada melhor do que escrever na época delas, apenas delas....ora, mas delas quem? Das librianas.


Comentar post

mais sobre mim
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

inferno astral

Descortinado

A arte do impossível.

Pouso.

Nanquim.

Brigitte Bardot

Sapatilhas.

Não é assim que a banda t...

Vulnerabilidade

História musicada auto-ex...

arquivos

Setembro 2010

Janeiro 2010

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links
blogs SAPO
subscrever feeds