Segunda-feira, 6 de Agosto de 2007

Ela parecia sua própria lua. Lhe iluminava sem ofuscar (cuidado simbólico de quem é puro encanto), lhe fazia vigília nas horas incontáveis de tormento enquanto ele se revirava na cama sem sono ou com o sonho tomado por problemas, lhe inspirava a ser bom e ao mesmo tempo ele sabia que ela nunca lhe pertenceria totalmente e nem por um segundo isso impedia-o de olha-la, admira-la e desejar estar perto dela.

E ela foi sua por um tempo. Dormiu na sua cama com ele, as coxas enlanaçando-se nas dele por debaixo de lençóis, o corpo gemendo o prazer do encontro, os cafunés que lhe faziam sucumbir ao sono. Mas, ele a havia perdido. E escrevia hoje sonetos de saudade.

Sentia falta daquele cheiro de água do mar no seu colchão, de lamber em deleite primoroso de tesão e gozo aquela pele morena e salgada. Sentia falta do seu cheiro de mulher pelo apartamento. De tudo, incluindo beijos e conversas, se lhe fosse dada uma nova chance, ele escolheria cheirá-la no pescoço...aonde já existia praticamente uma fôrma que sugasse seu queixo e que permitisse que aquele cheiro de sol, sal e bronzeador lhe invadisse a alma.

Ele sentia falta do gosto de onda que ela tinha. Daquele jeito manso de se balançar indo e vindo como uma onda do mar..ora chegando de mansinho, beijando a areia com sossego, ora invadindo a praia com a fúria de Yemanjá. Ele gostava dos contrastes dela, que mesmo sendo do sol, era tão lua. Sempre ali, imersa em segredos que ele não desvendada, submissa aos sorrisos que sua boca dava espontaneamente, pensando nele primeiro.

Ele tinha ido embora. Tinha a deixado. Mas também tinha deixado com ela o que ele julgava precioso: seu coração.

Ele foi embora, mas não disse adeus. Trazia nos livros de poesia odeas a ela, romances inspirados nela, letras de música que deslizavam pela voz como um sussuro de amor para ela. Seu corpo sentia falta dela, do gosto dela, do cheiro dela, do jeito dela. Era amor e era também desejo de homem pelo corpo da sua mulher.

Um belo dia ele tomou um conhaque olhando a lua e foi tomar banho de mar, assim sem porque...

Dormiu na areia,cheirando a mar e se aninhando com a areia. Acordou no dia seguinte como quem vive uma noite de amor total, e seguiu a vida com um sorriso de conforto "como se nada tivesse acontecido", mas a mágica daquele momento possuia sua existência inteirinha.

O que a saudade não faz....!


música Djavan - Flor do medo

publicado por Juliana Correia às 23:40 | link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Mila a 7 de Agosto de 2007 às 01:01
Saudade todos tem e poucos sabem explicar. Belíssimo texto pra variar...beijos


De Vinicius a 7 de Agosto de 2007 às 20:15
"Coleção de Textos: Juliana Correia"

Eu nao tenho mais duvidas, você vai ter que organizar um livro. Não é possível.

Passado o estresse, seja la o que foi, o texto está belo como sempre. Só você escreve desse jeito. Eu poderia ler um texto e nao estar identificado com o teu nome, mas saberia que era seu pela forma suave com que escreve. É impressionante isso. Beijos!


De menina imaginária a 7 de Agosto de 2007 às 20:50
Desculpe a sinceridade mas devia criar um livro ou então escrever para algo tipo uma revista ou crónicas para um jornal ! Cada texto mais tocante e sincero que simplesmente envolvem aquele que o lê !

BjinhO


Comentar post

mais sobre mim
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

inferno astral

Descortinado

A arte do impossível.

Pouso.

Nanquim.

Brigitte Bardot

Sapatilhas.

Não é assim que a banda t...

Vulnerabilidade

História musicada auto-ex...

arquivos

Setembro 2010

Janeiro 2010

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links
blogs SAPO
subscrever feeds