Sábado, 28 de Julho de 2007

Você diz que ainda é cedo, eu já acho que já tá tarde demais. Você tem a prática da independência, eu ainda tô vivendo de ideais. Você e o seu atum, eu e minha salada. Você e seu mundo, eu na minha sacada. Você vê o mundo assim, eu vejo incansavelmente ao contrário. Você fica no próprio umbigo, eu pareço a mãe de todos. Você não se importa, eu sofro. Você diz que eu te irrito, você me aborrece. Você me pede paciência, eu tenho pressa. Você tem pressa, eu te peço calma. Você é seguro, sabe o que quer, e o que tem - isso me deixa louca, eu que tenho tanto medo que meus castelos sejam de areia e que a primeira onda me deixe sem abrigo, só. Você tem medo, eu tenho passado. Eu falando pelos cotovelos, você todo calado. Pra você, tanto faz. Para mim vale tanto. Pra você "me empolgo aqui com o trabalho, e esqueço do mundo, de tudo, até de você." Para mim "tô brigando com ele, espero que caia um raio e o parta em dois pedaços, mas...será que ele tá com fome? é, acho que vou pedir algo pra ele comer...". Para você, não sei, não entendo. Eu tento, tento, tento.

Para você talvez não seja nada, ou talvez seja vencer o medo e tentar ser feliz - talvez nem você tenha decidido, você as vezes me ganha de graça, me ganha com garra e em outras não me perde por um triz. Para mim é rcomeço, página em branco que eu quero escrever, meto as mãos pelas pernas, te cubro de beijos, te estrago de raiva, te deixo maluco...não sei se é amor. Você quer me abraçar, eu quero te esmurrar. Como pode alguém me deixar inimaginavelmente feliz e depois triste de perder a raiz?

Você não tem experiência. Eu não tenho razão. O que você acredita, pra mim é piração. Você sempre quer desistir, ou melhor, quer que eu desista. Eu sempre quero continuar, ou melhor, quero que a mim você não resista. Você quer construir e acha que isso é tudo. Eu quero construir e acho que isso se faz na prática. Você - eu não sei, mas você sabe. Eu te adoro e não quero te perder. Você se confia e esquece, não protege. Eu estou sempre com os olhos abertos em você.

Você não fala o que sente. Eu falo, escrevo, indireto, direto, reescrevo. Para você, cansaço. Para mim, desejo. Para você falta tempo. Para mim falta ocupação.

 

 

Você vai acabar indo embora, e eu vou chorar - mas não vou te pedir pa ficar, afinal, você sempre sabe o que está fazendo, enquanto eu estou apenas tentando sempre equilibrar.

Você vai acabar se acostumando, e eu vou ficar aqui, tentando costurar esses laços vulneráveis que você vai me deixar. 


música Caetano Veloso - Você não entende nada.

publicado por Juliana Correia às 22:43 | link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De Helio Lambais a 29 de Julho de 2007 às 17:37
Faz tempo que não venho aqui.....
Contrastes... sempre contrastes! =)

Bisous linda


De Mila a 29 de Julho de 2007 às 22:53
Aquela famosa história dos opostos, mas como você, acho que os opostos se distraem, sim. Por um tempo...depois, se não tiver alguma coisa em comum, ou mesmo, que seja muito amor, já era.

Beijos


De Larissa a 30 de Julho de 2007 às 15:08
to no meio da aula de informatica...
vi seu comentario..
=]]]]]]]

saudadesssssssssssssssssssss!!!!
to sozinha =///

vc com toda certeza é a melhor pessoa para fazer novas amizades q eu já conheci,... vai ser muito fácil quarta... =]]]]

beijo grandeeee!!!
saudade maior ainda ;**


De daiani ferrari a 30 de Julho de 2007 às 16:10
Mais uma vez perfeito... os contrastes que tanto vejo, tanto vivo, e tanto me fazem triste e feliz...

bjos!


Comentar post

mais sobre mim
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

inferno astral

Descortinado

A arte do impossível.

Pouso.

Nanquim.

Brigitte Bardot

Sapatilhas.

Não é assim que a banda t...

Vulnerabilidade

História musicada auto-ex...

arquivos

Setembro 2010

Janeiro 2010

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links
blogs SAPO
subscrever feeds