Terça-feira, 12 de Junho de 2007

O que eu sou agora é a inerência

De tudo que eu escolhi ser.

Das coisas que eu soube deixar para trás

E das que eu não soube.

Das coisas que eu senti a incongruência

E também das que bem eu não soube escolher.

Virei o que construí, o avesso do avesso do que não me satisfaz.

Um boneco segurando o coração que foi pro abate no açougue.

 

É claro que fiz as minhas escolhas

Explícito de que de muitas me arrependi

Eu segui vivendo, torta, pensando mais do que devia

Vivi os amores e desamores que tive pela estrada.

Já acreditei no que sentia, já tive tanto medo de coisas tolas

Já vesti armadura, chorei pela madrugada, mas não esqueci

Eu, descuidada, amei mais do que podia.

Mas pra ser o que sou, tive que não acreditar mais em nada.

 

No fim das contas, me encontro no espelho

E sei que sou um rascunho mal feito do que serei e do que quero ser

O passado inerente, faz parte, a ferro e fogo marcado por dentro

Sou a luta constante e consternante de não deixar o passado se fazer presente.

Mas a vida vai se encarregar de me mostrar o meu caminho e me ajudar a percorrê-lo

Fui cunhando calma, maturidade, me reinventando mesmo – por querer

Aprendi que posso viver sem pessoas que julguei que não podia, refiz meu centro

Descobri que o que importa é me desdobrar para ser eu (de todos os meus jeitos) corajosamente.

- Isso mesmo, dia dos namorados, todo mundo falando de amor, do outro, da belezura...e eu falando de mim! Assim é que é bom!


música Hoje eu quero sair só - Lenine

publicado por Juliana Correia às 17:47 | link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Mitchell a 12 de Junho de 2007 às 18:32
Parece que eu já li isso antes...


De Mila a 13 de Junho de 2007 às 00:02
Sem comentários para o seu texto, e sinceramente? Quer melhor companheiro e melhor namorado do que nós mesmos?

Beijão Ju


De Mila a 13 de Junho de 2007 às 00:07
Sem comentários para o seu texto, e sinceramente? Quer melhor companheiro e melhor namorado do que nós mesmos?

Beijão Ju


Comentar post

mais sobre mim
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

inferno astral

Descortinado

A arte do impossível.

Pouso.

Nanquim.

Brigitte Bardot

Sapatilhas.

Não é assim que a banda t...

Vulnerabilidade

História musicada auto-ex...

arquivos

Setembro 2010

Janeiro 2010

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

links
blogs SAPO
subscrever feeds